.

.

12 de mar de 2016

O amor dos cães



Aparentemente cães não tem amor próprio, vaidade ou orgulho. Desconhecem essas coisas. Dizem que eles podem perceber as energias maléficas de algumas pessoas. Não sei... Só sei que eles não demonstram tem condições de perceber nada um pouco mais refinado ou sutil como beleza, egoísmo, tara, loucura ou burrice dos humanos. De uma forma ingênua as pessoas confundem isso com "amor incondicional".

Amor incondicional é quando você percebe as falhas de caráter de alguém e mesmo assim continua ao seu lado. Os cães só continuam ao seu lado porque não enxergam isso. É como uma mulher casar com um homem cego e ficar encantada porque ele a aceita como ela é: vesga, nariguda, orelhuda, pele manchada e dentes amarelados. Não é que o amor dele seja incondicional; ele é limitado, não vê! Se visse até poderia ama-la... ou não.

Não é que eles nos amem apesar da nossa inveja, ironia, preguiça,  falta de educação,  preconceito,  desprezo pelos outros. É que eles simplesmente não tem capacidade de perceber essas coisas. Se tivessem pode ter certeza: iriam se afastar de muita gente.

Você acha que se os cães percebessem o quanto certas pessoas são más, egoístas, injustas, preguiçosas e desonestas,  será que não entrariam em conflito com elas? Claro que sim!

Entenda: quem te ama incondicionalmente são seus pais,  que sabem exatamente o mala que você é mas mesmo assim dariam a vida por você.

Quando alguém que diz que "meu cão meu aceita como sou! Que lindo!  Não preciso de mais ninguém! " me dá dó.    Muitas vezes trata-se de alguém que não aceita críticas, não quer se enxergar, recusa-se a evoluir, não está apto a viver em sociedade, quer continuar a ser um estrupício e quer que todo mundo o aceite como ele é. Como esse santo não existe, ele entrega seu coração a um serzinho inferior e sem percepção das coisas e louva seu "amor incondicional".

Seria tão legal que essas pessoas evoluíssem te tal forma que outros humanos conseguissem aturá-las, não só os bichos!

Conviver com humanos nos força a melhorar, por isso é difícil. Tudo o que nos empurra pra frete é difícil. Tudo o que nos aconchega no comodismo é facilzinho. Mas você poderia me perguntar por quê afinal de contar preciso tanto agradar aos outros. Um bom motivo é não perder boas oportunidades na vida, não mofar sozinhos, não perder o emprego, os clientes, o sócio,  a companhia, a saúde, a ajuda (todos precisamos uns dos outros...).    Se não aprendemos a nos conter podemos perder até a liberdade. Convivendo com bichos não. Podemos continuar sendo a porcaria de sempre e tudo vai continuar muito bem porque ele não reclama nem critica.

Pessoas que não querem evoluir adoram ser "aceitas como sao".  Sua família , vizinhos e colegas de trabalho também te "amariam incondicionalmente" se não pudessem falar, não tivessem orgulho nem senso de justiça ou ética.

Nós, os humanos, temos capacidade de ser péssimos. Mas na mesma medida temos capacidade de ser maravilhosos. Basta que nos exercitemos nisso. Não vamos fugir dos nosso treinamento diário com as pessoas. Não seja um esquisito insuportável cercado de cachorros. Tenha animais sim, mas não se feche para os seus semelhantes.
Postar um comentário