.

.

5 de abr de 2007

Feriadão


Estou indo para Salinas - aquela praia maravilhosa com mais gente do que areia. Aquele lugar incrível onde todos os caboclos do mundo tem a chance de mostrar o sonzão de seu carro em volume ilimitado. Viva a liberdade e o mal gosto! Checar os novos sucessos musicais - todos ao mesmo tempo - e desejar a morte (de quem os compôs).

Estou indo para a bela praia de Salinas - bela e plana. Você caminha 100 km mar adentro e não consegue molhar os ombros, a não ser que se jogue de peito na água.

Ah, comer aquelas caríssimas pratiqueiras fritas em óleo novinho! Contemplar o rebolado sensual das nativas com 10 quilos acima do peso... Observar, sob o sol causticante, que tenho muito mais celulites do que imaginava e que esqueci sim, em casa, algum objeto imprescindível.
Ser atropelada por uma linda moto por um lindo filhinho-de-papai se exibindo para uma linda patricinha vinte anos mais nova e vinte quilos mais magra do que eu...

Ficar menstruada no meio da tarde... Dirigir-me, aflita, à farmácia e só conseguir chegar 2 horas depois, por causa do engarrafamento.
Chegar em casa pra tomar banho, ligar a torneira e perceber que toda a cidade teve a mesma idéia naquele exato momento.

Ah... bater papo com os amigos...
Finalmente uma coisa boa!
Postar um comentário