.

.

13 de abr de 2008

Amor, estranho amor...


Faz tempo que ando cismada uma frase muito difundida no meio evangélico: "Eu te amo em Cristo!"

Adianto que não tenho nada contra o amor e muito menos contra Cristo. Acontece que aos meus ouvidos esse lance de "te amo em Cristo" não quer dizer absolutamente nada. É "tipo assim, entende"?

Seguinte: ou você ama ou não ama, estamos combinados? Se não ama fique na sua que está tudo bem. Eu consigo conviver com isso. Se em algum momento comunitário você se constrange em ficar calado tenho umas sugestões. Diga algo como:

- "Te acho uma pessoa legal";
- "Espero que nos tornemos amigos";
- "Sabe, fui com a sua cara";
- "Você é um barato, te admiro";
- "Te acho uma simpatia!"

Eu vos afirmo que "ir com a cara" já é um bom começo para um cristão. Afinal de contas Simpatia é Quase Amor! *. Além do mais não despreze o fato de que adotar as formas mais gentis do "não-te-amo" também conta "lá em cima" por causa do fator sinceridade. Acredite ou não, Jesus dá o maior valor para a autenticidade.

Eu até entendo a dificuldade dos seres "mais elevados". Eles não se permitem ir com a cara ou simpatizar com ninguém porque eles sabem que o cristão tem mesmo é que amar. E agora? Vai confessar que não chegou lá? Simpatizar ou admirar é menos que amar ... Mas como todos sabemos que não é assim facinho que a gente alcança o nível, o cristão se sai com essa pérola: "te amo em Cristo." No sufoco quebra o maior galho mas não acrescenta nada a quem ouve.

Não quer dizer nada... Ou quem sabe queira dizer tudo!

Nas entrelinhas podemos traduzir a chocha expressão da seguinte forma: "Eu não sinto nada de especial por você, aliás nem te admiro. Mais aliás ainda: não vou muito com a sua cara mas como Jesus disse que devo te amar, num lance de fé e querendo acreditar que um dia isso possa vir a ser verdade, lá vai: te amo em Cristo."

Tradução em português bem claro: não te amo coisa nenhuma e valha-me Cristo!

Claro que posso estar errada. Sempre posso estar errada mas vai dizer pra mim que você se sente amado quando aquela pessoinha diz que te ama "em Cristo"? Pode confessar porque não tem ninguém olhando!

É estranho, mas a frase acaba por se tornar uma confissão encabulada ao invés de uma declaração de amor.


- "Eu te amo em Cristo!"
Só pra zoar dá vontade de responder: "Eu também não."

Cristina Faraon

* Simpatia é Quase Amor é um bloco de carnaval brasileiro, nascido em 1985, em meio à campanha pelas Diretas Já... (http://pt.wikipedia.org/wiki/Simpatia_%C3%A9_Quase_Amor)








Postar um comentário