.

.

14 de out de 2008

Preocupante

Estou percebendo em mim vários sintomas de velhice:

1- Os homens mais lindos, na minha opinião, foram lindos há uns 40 anos atrás, mais ou menos;
2- As melhores músicas que conheço foram composta há mais de vinte anos;
3- Descobri que aqueles cantores que eu considerava insuportáveis quado tinha 12 anos são, na verdade, maravilhosos;
4- Não acredito mais que eu possa mudar o mundo;
5- As músicas frenéticas tocadas ininterruptamente nas academias estão começando a me enjoar;
6- Começo a concordar que beleza é bom mas não é tão importante quanto eu imaginava;
7- Adoro ficar sentada na cadeira de balanço do pátio de casa. Estou começando a achar isso melhor do que muitos programas que antes me interessavam;
8- Não tenho mais paciência para usar, como antigamente, um sapato desconfortável só por ser lindo.
9- As roupas justas, que eu adorava, estão começando a me incomodar. Entrei numa de priorizar o conforto.
10- Estou pensando seriamente em fazer um lifting;
11- Um cruzeiro marítimo já não me parece mais uma idéia abominável.
12- Minha gaveta já tem permissão para receber algumas calcinhas confortáveis, não só as sex;
13- Começo a me sentir ridícula de mini saia - coisa que sempre adorei.
14- Uso tranquilamente roupas que há um tempo atrás eu achava "de velha".
15- Também uso bijuterias, tonalidade de batom e de esmalte que me paerciam coisas "de velha".
16- Os mais jovens já riram de algumas de minhas gírias que (dizem) não serem mais usadas há uns 15 anos pelo menos.
17- Não vejo graça nesse lance de "ficar".
18- A gritaria e risadagem sem fim dos adolescentes me cansam a beleza.
19 - Não faço mais exercícios físicos apenas por motivos estéticos.
20- Adoro ambientes tranquilos;
21- Não tenho mais a menor tesão em sair pulando atrás de um trio elétrico. Na verdade nunca saí, mas antigamente eu tinha vontade.
22- Descobri que eu não era uma adolescente horrorosa;
23- Lamento imensamente os anos que sofri me achado uma bruxa desengonçada. A adolescência é mesmo uma porcaria.
24- Nunca mais senti aquela sensação desagradável de ser horrorosa.
25- Não fico imaginando o que vou ganhar em meu aniversário ou no Natal.
26- Jamais namoraria um hippie. Antigamente eu os achava o máximo.

Tem mais, mas não vou escrever agora. Estou cansadinha.

Cristina Faraon
Postar um comentário