.

.

1 de ago de 2013

As melhores invenções

Não espero que concordem comigo, mas quando falo em invenções utilíssimas volto meus olhos para a minha vidinha, minhas necessidadezinhas e preguicinhas. O que me vem à cabeça é:

1- Nada no mundo supera a invenção da ANESTESIA. Fico imaginando a desgraça que era viver sem conhecer anestesia, sofrer todas as dores do mundo e não conseguir escapar de nenhuma delas. Como se arrancava um dente, meu Deus? Como se dava ponto em um corte? Como se arrancava uma unha encravada? Só imaginar dá arrepios.

2- MÁQUINA DE LAVAR. Só quem já lavou roupa "no braço" é que tem noção da tortura que é esse serviço. Lavar roupa  deve ser catalogada na lista dos serviços braçais, ao lado do pedreiro, carpinteiro, coveiro, agricultor. As mulheres deveriam ser poupadas desse flagelo.

3- Outra coisa: os ÓCULOS. Antigamente quem ia enxergando mal teria que seguir em diante até dar de cara com a cegueira. Ou dar de cara com o muro. Não poder mais ler, não enxergas mais as coisas pequenas, os detalhes... Nossa!

4-  Métodos de GRAVAR o som. Você pode achar bobagem, mas imagine que antigamente só quem poderia ter a felicidade de ouvir uma orquestra era quem pudesse assisti-la ao vivo. Ou seja: uma parcela ínfima da sociedade. Hoje qualquer mané tem as obras de arte ao seu alcance e pode ouvir até enjoar. Já pensou que lacuna terrível passar pelo mundo sem conhecer a obra de Mozart?

5- TEAR. Gente, como será que as pessoas conseguiam se vestir antes de inventarem o tear? Folhas de parreira? Peles de animais? Com a atual população mundial teríamos uma multidão de pelados. A bicharada não daria conta...

6- O SABÃO. Como alguém desengordurava alguma coisa antes do advento do sabão????
Postar um comentário