.

.

30 de ago de 2014

O campo dos sonhos


Acabei de rever um dos filmes que mais me tocaram na vida. Ele novamente me comoveu muito e me levou de novo a longas reflexões. O CAMPO DOS SONHOS  é um sopro, uma ideia, uma possibilidade...

O assunto? Ele fala sobre tudo aquilo que ja veio gravado em nosso disco rígido desde que viemos ao mundo. Fala sobre a angústia de não podermos voltar a uma determinada cena da nossa vida, àquele momento fatídico a partir do qual tudo poderia ter sido diferente. Fala daquela época que ficou para trás, que deixamos incompleta ou torta no passado e já não podemos mais consertar. 


Será mesmo que tudo deveria ser consertado?  Será que temos mesmo a capacidade de discernir o que foi ruim e o que foi bom na nossa vida? Se pudéssemos voltar... mudaríamos mesmo alguma coisa? Nós nos arriscaríamos a alterar dodo o nosso presente se tivéssemos a chance de mudar o passado?

Não, esse não é o assunto principal do filme. É apenas "um dos".

O Campo dos Sonhos não é uma história para ser explicada, apenas entendida. O Paraíso existe? Existe sim. O Paraíso é o lugar onde os nossos sonhos se realizam. Isso quer dizer muito. 


O filme é lindo. Estanho, mas qualquer sinopse o faz parecer meio idiota... Apenas assista. Vá por mim.
Postar um comentário