.

.

25 de nov de 2014

Remorso & Arrependimento


O remorso é uma dor confusa que pouca gente entende. É muito confundido com o arrependimento. Não deveria ser. Eles são primos, não irmãos gêmeos.

 Enquanto o remorso se veste de névoa e sentimentos conflitantes, o arrependimento é fácil de entender. É uma dor sem mistérios.

Arrependimento dói, mas restaura. Por pior que você tenha sido, quando se arrepende está sinalizando uma mudança para melhor. Quem se arrepende é aceito com maior facilidade.

O arrependimento é a dor de ter feito o que não deveria ter feito.  Essa dor vem colada na certeza de que se a situação se repetir você não agirá da mesma maneira. Essa certeza soma-se à esperança de que se a vida lhe colocar novamente na mesma situação, finalmente você provará a si mesmo e ao mundo que mudou e que a pessoa que fez "aquilo" não é mais você. Seu "eu" passado poderá então ser tratado como se fosse uma outra entidade, um "encosto" do qual já se livrou.   Já o remorso... 

O remorso é a dor sem esperança. Por isso acho que dói mais.

Remorso é a dor dos que se sabem desassistidos pela misericórdia. Ter remorso é saber que fez o que não deveria, mas estar conscientes de que não conseguiria agir de outra forma caso a ocasião se repita.  Se o mundo der mil voltas ainda assim você sabe que fará tudo de novo - não porque ache certo mas porque seu caráter é assim. Talvez você nem goste de fazer, mas sabe que é deformado demais para incorporar outra postura. Complicado, né?

Remorso é o sentimento de quem jamais toma uma atitude.

A constatação de que faríamos tudo de novo é horrível. Por isso o sujeito que sente remorso não gosta de dizer que tem remorso. Prefere fazer de conta que está arrependido. Ele até jura para si mesmo que se arrependeu, mas no fundo sabe a verdade.  Ele não "praticou violência", ele É violento. Ele não mentiu; a vida dele é uma mentira. Ele não falhou em um compromisso: ele É um ser sem palavra e sem caráter. Isso dói mas não garante a mudança.  O que garante mudança é o arrependimento. A dor do remorso é uma dor que só leva à dor e nada mais. Uma dor vazia.

O arrependido sofre pelo que fez. O "remordido" sofre por ser o que é. 

Remorso é a dor de querer ser melhor mas não conseguir. Ou querer ser melhor para a pessoa que ama, mas saber que vai perdê-la porque não mudará. É a dor de não saber onde encontrar ajuda. 

Enquanto o arrependimento traz consigo uma esperança de que a vida lhe trará outra chance,  o remorso traz o medo de que isso aconteça e que a vida só prove que ele não presta mesmo. Se a vida repetir a cena, mais culpado o sujeito se tornará.

Entendeu agora?

Postar um comentário