.

.

1 de mai de 2015

Ela se acha linda!


Tenho uma amiga feia. Muito feia. Mas feia mesmo.

Às vezes olho as publicações dessa amiga na internet e custo a entender como alguém pode se sentir tão a vontade dentro do próprio corpo e expor a própria feiúra como ela expõe, entre poses, caras e bocas, de forma quase engraçada. Ela se comporta em fotos como se fosse  uma gracinha.

Não deixo de acompanhar suas novas publicações. Sinto um estranho prazer em me admirar com sua falta de percepção. Incrivel não notar o quanto é feia.

Pronto, terminado o preâmbulo tenho a dizer que incrível mesmo é eu não perceber o quanto ela é uma pessoa maravilhosa  e emocionalmente saudável.

Por quê meu primeiro impulso foi achar que ela sofre de um erro de percepção? Não seria uma maravilha se todo mundo se sentisse lindo como ela parece se sentir? Quantas moças não teriam morrido inutilmente em salas de cirurgia!  Que mal há em se sentir bonita? A quem se ofende?

Essa minha amiga é uma lição para o mundo. Sentir-se bonita como é se amar, se aceitar e ser feliz. Todos seríamos mais felizes se nos sentíssemos como ela parece se sentir. 

Ela não é louca, só é feliz. Loucura mesmo é passar a vida toda procurando imperfeições para em seguida se amargurar com a própria aparência e perder o sorriso e a graça. Loucura mesmo é se comparar com fotografias photoshopadas. Patético é ser complexado.

Queria poder dizer a essa amiga o quanto ela é interessante e o quando ela nos ensina sobre auto aceitação. Queria poder pedir desculpas pelo modo preconceituoso com que a olhei por tanto tempo. Queria também dizer que a suposta breguice dela é um tapa de luvas de pelica naqueles que pensam que ela deveria estar se importando com o que eles pensam. Um tapa na minha cara inclusive.

Bom mesmo é ser feliz.  Beleza é uma ilusão. Feiúra também. Regular a própria felicidade com conceitos tão voláteis é rematada tolice.

Sabe, nota dez pra essa amiga.  Ela vive muito bem sem o nosso aplauso e diz isso da maneira mais sutil e eficiente do mundo.
Postar um comentário