.

.

11 de jul de 2017

Interligados

Assista qualquer um desses pequenos vídeos  AQUIAQUI e AQUI  O que você sente? Uma vontade de pegar, cheirar, amassar, botar na boca, brincar...  É gostoso de olhar e ao mesmo tempo incômodo porque só podemos mesmo olhar embora nosso cérebro nos impulsione a tocar. Não é?

Ninguém me  critica por dizer isso que acabei de dizer. É natural, é assim mesmo. Nós, os seres humanos temos essas peculiaridades.  Algumas coisas nos provocam certos efeitos - previsíveis ou não. Às vezes o efeito é bom. Outras vezes o efeito é apenas provocativo, nem bom nem ruim. Mas inegavelmente algumas vezes é ruim que provoca. Há coisas que dão agonia.   Um vídeo mostrando
alguém Por questões políticas você só pode ter sensações agradáveis ou interessantes com o que vê. Se algo lhe faz mal ou incomoda tal efeito não é reconhecido como natural. Toda a teoria a respeito da natureza das coisas terá então que ser subvertida. Teremos que passar a fazer de conta que não estamos todos interligados e que o que está fora de nós não nos afeta de forma alguma e que "toc" não existe.

Há motivos para, por convenção social, algumas coisas não serem feitas na cara de todo mundo. Defecar na frente dos outros, por exemplo. É um ato totalmente natural. Todo mundo faz. Mas afeta
quem vê, incomoda, motivo pelo qual é feito longe do olhar das pessoas. Sexo também é feito fora das vistas porque afeta, necessariamente. Não é toda hora que as pessoas querem ou podem se excitar. Mastigar de boca aberta... limpar os dentes com fio dental... Tudo nos afeta de alguma maneira. É idiotice querer negar. Portanto não critique quem se importa. Só os autistas não se importam com nada nem se afetam.

Odeio incoerências. 
Postar um comentário