.

.

28 de nov de 2011

A grande maioria

Deixem-me defender meu ponto de vista agora, já que no meio de um jantar, aniversário, enterro, casamento, namoro ou encontro casual nem sempre existe oportunidade para eu subir na tribuna e despejar minha preciona opinião.

De vez em quando ouço pessoas criticando a expressão "grande maioria" como se ela fosse incorreta, uma redundância. Dizem: "se é maioria, já é grande! Então não tem sentido dizer "grande maioria".


Tem sentido sim.

Pra começar: você já deveria ter notado que nem toda a maioria é grande. Uma maioria de 55% é uma maioria pequena, inexpressiva. Pode significar o fim uma disputa, mas jamais significará a glória.  Já uma maioria de 99% é uma grande maioria. E não me venha dizer que 55% é igual a 99% pelo amor de Deus.

Uma pequena maioria jamais expressa a vontade de quase todos. Uma pequena maioria é quase empate. Então se você faz uma enquete e o resultado dá 80, 90% ou mais, isso quer dizer que quase todo mundo tem a mesma opinião. Se uma pequena maioria ganhou, isso quer dizer que existem muitos discordantes.

Receber votos de uma grande maioria é a consagração. Agora ser eleito por uma pequena margem de votos a mais é um lance bem chocho. Só a derrota é pior.

Portanto, agora que já está tudo explicadinho, PARE DE IMPLICAR com a grande maioria. Certo?
Postar um comentário