.

.

29 de out de 2012

Violência

VIOLÊNCIA: Estou cansada de discursos sobre medidas que RESOLVEM. Cansada porque nenhuma das soluções propostas resolve. Sabe por quê? Porque só o que resolve é o que é de fato implementado. 

Bate boca de intelectual é um negócio cansativo, uma coisa feita para enrolar. Todo mundo sabe que nao leva a lugar nenhum. 

Estou cansada de respostas que só se aplicam a um país imaginário. Estou exausta de soluções que TODO MUNDO SABE QUE O GOVERNO NÃO VAI TOMAR. Droga, se todos sabemos, por que ficar pastoreando ilusões? 

Acabar com o tráfico de armas? Não vão acabar nunca porque tem muita gente poderosa metida no meio. Então não adianta pensar em soluções que dependam do dia dourado no qual não haverá mais tráfico de armas. O Brasil acontece aqui e agora! Chega de tomar medidas apenas em cima do que devia ser. 

Deveria haver duas comissões no governo: uma para pensar em como deveriam ser as coisas e outra para pensar em COMO AS COISAS SÃO DE FATO. Não podemos descuidar 
do futuro mas descuidar do presente é mil vezes pior. 

Alguém nesse país tem que pensar no que fazer ENQUANTO AS COISA NÃO MUDAM. O que fazer enquanto o governo não faz. É disso que precisamos.

Estou cansada de ouvir que isso ou aquilo não resolve. Armar as pessoas não resolve? Não. Prender não resolve? Não. Punir não resolve? Não. Matatar bandido não resolve. Não. NADA RESOLVE. Então tá, por isso não vamos fazer nada porque nada resolve?

Agora deixa eu dizer a você o que não resolve: dizer que o governo DEVERIA fazer isso e aquilo. Quando houver creches, quando tivermos uma polícia eficiente, quando não houver mais crianças abandonadas, quando os colégios foram em regime de semi-internado, quando, quando, quando, quando isso quando aquilo. É precisamente isso que não resolve: legislar em cima de um Brasil que ainda não existe. 

Mandar recolher o menor para ressocializá-lo NÃO resolve sabe por quê? Porque não existe ressocialização no Brasil, pô! Vá se catar com sua teoria! Quero saber o que fazer com o delinquente HOJE e não quando houver um programa maravilhoso de ressocialização. 

Vamos pensar em algo para o Brasil que temos. Depois pensaremos em algo para o Brasil que queremos ter. Mas enquanto não aparece uma solução que RESOLVA, que tal fazermos pelo menos o que minimiza?
Postar um comentário