.

.

23 de nov de 2012

O mico do Black Friday

Talvez por um novo rim ou coração para transplante eu entrasse numa fila dessa. Talvez por comida,  se meu país estivesse em guerra e criancinhas morressem de fome ao meu redor. Fora essas necessidades, não consigo imaginar nada tão desesperadamente útil que me fizesse pagar mico numa fila como essa da foto. E a noite, no frio!

Computador? Celular? Televisão? Barbeador? Dane-se, eu posso viver sem.  O eletrodoméstico mais útil que conheço é a máquina de lavar. O preço de uma, dividido em 10 prestações, a maioria dos assalariados pode pagar. - inclusive eu.

Sério, não dá para entender as pessoas se submeterem a isso só para dizerem que economizaram 30, 50%.  Sinceramente, o meu conforto vale mais do que o desconto que eles oferecem.

Postar um comentário