.

.

28 de nov de 2012

Reflexões sobre o samba

Depois de longa observação, pesquisa e meditação cheguei ao veredicto:  samba é coisa de Deus.  Foi ele quem bolou todo o lance.   Bolou pra nos dar uma colher de chá nessa nossa vidinha você-sabe-como. Sacando nossas saudades, tristezas, sonhos interrompidos, dívidas e carências ele jogou lá do alto o batuque, acordes, cadência e molejo. "- Pega aí, moçada!"

Pois é, pra chorar ou rir, para comemorar ou enquanto esperamos que a vida se resolva, o samba é uma lindeza ritmada.  Ele pinta de bonito qualquer dor que a gente sinta.

O samba irmana os desiguais. O samba entende a gente. debaixo de um batuque o impulso é cantar, rir, suar, todo mundo junto. Todo mundo fica amigo. Quem já se arrepiou entende do que estou falando.

Você está em casa desmotivado e chocho, mas quando o samba chega ... aquela coisa boa vai tomando conta e tudo vira uma bolha de beleza compartilhada, de animação quase infantil. Sambando a gente diz coisas, sofre sorrindo e pede a ajuda de Deus. Talvez por esse motivo que Vinícius de Moraes tenha dito que  "o bom samba é uma forma de oração". É verdade.  Ele disse também que "o samba é a tristeza que balança". Não tenho melhor definição.

Sambar é falar de amor e de dor com graça, como se não doesse. É tornar-se humano e ao mesmo tempo elevar-se acima de tudo o que é simplesmente humano. É tecer numa canção todos os fatos da vida, fazer uma passarela e sapatear em cima.  Viver o samba é falar de desencontro como se fosse encontro, despedida como se fosse abraço, lágrima como se fosse felicidade. O samba é o consolo de quem sofre, a união dos que não se conhecem, o beabá da paixão e do desejo. É ainda a prova incontestável de que somos feitos para algo maior, seja lá o que isso signifique pra você.

O samba é a mão que levanta nosso queixo e se não nos tira a dor, pelo menos nos ensina a sofrer com galhardia. Cair no samba é dar de cara com uma felicidade inesperada, injustificável e gostosa.

Arrepie-se:  PELA PORTA ABERTA ,  FOI UM RIO QUE PASSOU EM MINHA VIDA ,  VAI PASSAR , É HOJE ou O QUE? É O QUE É?  Samba que não arrepia é transa sem orgasmo: ruim não é, mas fica faltando alguma coisa.


É "iluminante" poder cantar bem alto "DIGA ESPELHO MEU SE HÁ NA AVENIDA ALGUÉM MAIS FELIZ QUE EU!"


Postar um comentário