.

.

28 de mai de 2013

Vovozinhas


Dessa vez meus olhos se voltaram para as pessoas bem idosas, principalmente as mulheres. Notei uma curiosa diferença entre elas e pessoas mais jovens. Não me refiro à obvia diferença visual. Refiro-me ao temperamento, postura, atitude. 

A maior parte das vovós  que vejo são mais delicadas, mais mansas, mais tranquilas e gentis do que os  mais jovens. Observo nas filas, nos supermercados, nos lugares lotados, nas salas se espera dos consultórios. São sempre elas as últimas a se exasperar. Raramente as vemos alteradas armando barraco. Nunca as vejo brigar com as atendentes ou alterar o tom de voz. Parecem mais pacientes e propensas a relevar, a tirar por menos e só observar. E sorrir.

Pergunto a mim mesma se essas senhoras já foram como eu. Quero dizer:  elas são a evolução natural e um dia eu vou ser fofinha como elas? Ou será que tudo o que vejo é o que sobrou de um mundo e de uma educação que não existem mais?  Elas são "a ordem natural das coisas" ou a prova cabal da nossa decadência? Um dia chegaremos lá ou já perdemos o bonde há muito tempo?
Postar um comentário