.

.

27 de mar de 2017

TEMPO DE NÓS DOIS






Essa aí sou eu no exato momento em que estou sendo acometida de pensamentos relevantes. Das profundidades da minha mente criativa saiu o poema abaixo.








TEMPO DE NÓS DOIS

Hoje é o tempo de nós dois
A terra esteve gestante dessas flores
Por todos os longos anos
De nossa encubação
O universo desabrocha incontido
Em coloração maluca
Como jamais poderia se não fosse
O exato tempo de nós dois
É verdade absoluta
Que nunca fomos tão jovens
Nem tão encharcados de hormônios
Nem tão aptos a viver
Estamos ainda úmidos
Do longo parto que nos trouxe
Estamos recém saídos
E com frio um do outro
Deixaram-nos dormindo
Ao pé do mesmo riacho cantante
Da mesma sombra de seda
Onde nada sabíamos
Onde ficamos distraídos
Classificando novas cores
Até descobrirmos sem querer
Os olhos um do outro

Somos bolas de fogo
Cuspidas de explosão semelhante
E vagamos deslumbrados
Como estrelas novas
Nesse mesmo céu de primavera
É a verdade
Constante em todos os oráculos:
É essa a estação propícia
Note a ausência de galhos secos
E de folhas amarelas
Tudo é verde-desaforado
Esse é o tempo de nós dois
E todos os mundos
Floriram ao mesmo tempo
Nesse exato momento
Em que acabamos de nascer.
Não vês?

Cristina Faraon


Postar um comentário